Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Não Há Gente Como a Gente

Um blogue. Um podcast. Um par de palermas.

Não Há Gente Como a Gente

Um blogue. Um podcast. Um par de palermas.

A escassez de luvas nos porta-luvas.

Costumo ir a casa dos meus avós todas as semanas, nem que seja só para lhes dar um beijinho. Só que, no outro dia, fui com um propósito concreto.

 

Há coisas que só os mais velhos conseguem responder, tal é a sapiência e a quilometragem social que foram acumulando ao longo da vida. Coisas que, ao longo do tempo, se foram perdendo, ideias que foram esquecidas, propósitos que deixaram de ser relevantes. Nesta ocasião em particular, queria perguntar aos meus avós se se lembravam de o porta-luvas dos carros alguma vez ter servido para guardar, lá está, luvas.

 

O meu avô foi logo peremptório: "Não sejas parvo, rapaz! Tive quatro carros, e, que eu me lembre, nunca alguém usou o porta-luvas para guardar luvas... Que ideia absurda! Só por causa disso, vamos tirar-te do testamento".

Já a minha avó foi mais precisa: "Querido, já no nosso tempo ninguém usava luvas. O que achas que somos, dinossauros? Sim, confirma-se, vamos mesmo tirar-te do testamento".

Nunca mais lá fui, diga-se de passagem.

 

Mas continuei a pensar no assunto. Então por que raio é que aquela portinhola que temos no carro se continua a chamar porta-luvas?

 

Há algumas coisas que fazem sentido, sim. O nome guarda-roupa (ou guarda-fatos), por exemplo, é bastante elucidativo relativamente ao seu propósito. Guardamos lá as nossas ceroulas, os nossos sapatos de queda alta e as nossas mini-saias. Pelo menos é isso que eu guardo...

 

O porta-bagagens também faz sentido, porque realmente costumamos guardar lá bagagens. Embora se possa colocar muitas mais coisas – como um serrote, um bocado de corda, três metros e meio de plástico e um corpo humano –, a verdade é que o nome porta-bagagens é sempre apropriado.

 

Agora, porta-luvas? Não devia ser actualizado para porta-documentos do carro, porta-CD's, porta-preservativos (para a malta solteira), porta-contas por pagar?

 

Mostrem-me alguém que, em pleno século XXI, ainda costume colocar um par de luvas no porta-luvas e eu mostro-vos as minhas ceroulas!

 

Pois, bem me parecia...